um poema sobre o amor

“E sou, talvez, na noite voluptuosa, ó meu Poeta, o beijo que procuras!”

Florbela Espanca

 

“Não há ninguém, mesmo sem cultura, que não se torne poeta quando o Amor toma conta dele.”

Platão

 ao Orfeu Rebelde

Os olhos, o sorriso,

são coisas efêmeras,

mas que superam o toque,

as carícias, o sexo

 

São pequenos e descartáveis,

para os outros, mas para mim,

desvalam na Eternidade

Por que o amor é Essência

 

O amor é a busca da alma,

filosofia entre carnes,

é conhecimento entre suspiros,

é a Plenitude,

O amor é a imortalidade,

através da anistia da Existência…

 

Repleto de aromas, imagens

e momentos que podem ser

dos melhores sabores

ou piores dissabores

mas serão lembrados sempre

com  a nostalgia da alma,

 

Por que, realmente,

O amor é a fuga do vazio,

para o Eterno.

 

por Ofélia Imortal 

 

Eros e Psiquê

Eros e Psiquê

Anúncios

2 comentários

  1. · maio 12, 2010

    Srta. Yas excita com suas composições!

    Imagem digna do poema. Adoro as asinhas de borboleta da Psiquê; sem contar no corpitcho do Eros /cainimim!

    I love sooo muchhh!!!

  2. Delph · maio 16, 2010

    Eu queria esse quadro. Sei quem pintou um aqui por perto. xD

    Realmente, a alma é nostálgica. E amor, acima de qualquer outra coisa, é fuga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s