Uma alma velha

Deus sabe o que faz, tenho certeza. Mas eu amaria ter nascido na década de 50 e ter sido jovem na década de 60, na privamera da Juventude. E poderia ter sido em qualquer lugar do mundo – no Brasil (eu ia lutar contra a ditadura), na França (pra me engajar na Revolução Estudantil de 68) ou nos EUA (para participar do Woodstock ou ir prum show do The Doors). E ainda ir poder curtir a Disco nos 70, enlouquecer os grandes setentistas do rock (Pink Floyd e Led Zeppelin, só por exemplo) e ia poder também ter visto os maravilhosos Cazuza e Legião Urbana… Ah, ia ser bom demais!

Mas o objetivo desse post não é minha nostalgia pelo que não vivi e sim é focar a diferença abismal entre as gerações do século XX e essa trágica geração da era em qual vivo.

Vamos começar pelos ideais de heroísmo. Não é raro, quando chego em casa, ver meu irmão, já quase com quarenta anos, deitado no quarto vendo Thundercats. E quase do mesmo jeito como uma criança, aquela adoração visível nos olhos dele. Eu até acharia ridículo, se a Cheetara não fosse o modelo perfeito de mulher que eu queria ser.

Thundercats - o ideal de heroísmo no século XX

Thundercats - o ideal de heroísmo no século XX

E nos anos 90, o tempo da infância do meu ex-professor de Filosofia,  você tinha Batman – a série animada para os guris, onde o cavaleiro das trevas era canalizado (mas não infantilizado) para as crianças. Os episódios eram curtos, mas inteligentes e bem elaborados – e preservando a complexidade do Morcego como nos filmes e nas HQs direcionada ao público adulto. E era aquilo que as crianças amavam assistir.

Batman - A Série Animada

Batman - A Série Animada

Esses são alguns exemplos do ideal de herói para a geração de crianças que hoje são adultos: Complexidade, desafios, ação, o lado obscuro e seres que transcendiam os limites mortais – seja corporal ou mentalmente – mas que preservavam sua humanidade paradoxal intacta.

E hoje em dia? Ben 10 é o maior dos símbolos de heroísmo da atual geração infantil. Aí você lê isso e fica com uma cara “Ahã, senta lá, Cláudia.”. Porque é muito ridículo você tentar aceitar a realidade de que um menino pré-pubescente com um relógio babaca cercado por monstrinhos extraterrestres idiotas. Oi? Cadê o conflito, a luta e a profundidade? É um desenho para criança, mas Batman – a série animada também era. E vejam a diferença.

 E musicalmente? Bem hoje em dia nós temos Restart e Justin Bieber. Antigamente nós tinhamos Barão Vermelho e The Doors. Preciso dizer mais alguma coisa? É auto-explicativo, como a diferença entre um oceano e um deserto.

Barão Vermelho

Até o padrão de beleza feminino grita essa queda preocupante e vergonhosa no gosto da humanidade: Antes do photoshop e da plásticas, tínhamos…

Antes do photoshop...

Antes do photoshop...

A foto por si já diz tudo, Marilyn é Marilyn. Mas e agora? Nós temos a “beleza” de Paris Hilton e a “sensualidade” de Bruna Surfistinha. Mata e enterra.

O padrão de masculinidade masculina mudou radicalmente. Por que, ao que me parece, também pertencia ao critério de atração sexual anterior o fator “virilidade”. Tipo…

MACHO CHO CHO

MACHO CHO CHO

A legenda acima resume minha sensação. Mas atualmente, bem, Pe Lanza e Luan Satana são exemplos de beleza tupiniquin enquanto que internacionalmente o trágico caso é o já citado Justin Bieber. Desde quando eles podem ter qualquer tipo de fator atrativo pra qualquer mulher/moça/garotinha de qualquer maneira? Meu Deus, eles só podem ser classificados como pertencentes ao sexo masculino por terem um pênis e olhe lá!

Tristes tempos os nossos. Por isso é que, como a maioria dos meus amigos diz, eu tenho uma alma velha… Sou uma amante do passado…

Anúncios

2 comentários

  1. Delph · fevereiro 21, 2011

    Bem vinda ao clube..

  2. Catarina · março 5, 2011

    Super concordo. Tô contigo e não abro nem pro trem! Triste era, a do niilismo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s