20 anos sem Bukowski

Buk

Buk

 

Acho que apenas o Bukowski pra me fazer voltar a escrever aqui.

Nesse dia tem exatos 20 anos, no ano em que eu nasci, 1994, o velho safado partiu (pra uma melhor ou pior? Apenas a Deusa sabe).

Bukowski  foi o primeiro escritor que eu comprei com meu primeiro dinheiro das aulas de reforço, tem uns 4 anos. Acho que Bukowski foi fundamental na minha “entrada” pra vida adulta. Eu lembro de ter captado toda a putaria e toda a crueldade da vida de “gente grande” pelas linhas  do Buk.

Uma das coisas que eu adquiri fortemente do Bukowski foi a mania de falar putaria escancaradamente, sem medo ou vergonha de ser feliz. Espero conservar isso pra sempre, embora mesmo homens tenham reclamado disso.

E acho que meu apego ao Buk e sua escrita escancarada se deve ao fato de que o conheci subsequentemente ao abandono do meu pai, a quem eu era extremamente apegada. Buk, mesmo que involuntariamente, assumiu esse posto paterno pra mim, gerando um carinho sem igual.

 

bukowski-hollywood

 

Mas por que ler Bukowski?

Por que ele escancara o lado fodido do sonho americano. Por que Bukowski responde a um principio pagão básico, o dos sentidos. Sem ideologias, Charles viveu seus sentidos – o de comer, beber, trepar e regojizar isso.

Ao mesmo tempo, Buk sempre se posiciona de forma sombria, criticando tudo que pode ser considerado comum e mainstream. Buk não foi feito para quem se posiciona de forma politicamente correta. Buk é cru, visceral, cruel.

Nada santo, um pecador convicto que escancara cada um de seus pecados – e quem sabe mesmo se orgulha deles? – Bukowski é na sua escrita dois sentidos opostos da vida: o pulsante, violento e selvagem lado do homem que quer muito mais do que aquela sociedade em que vive lhe oferece, mas que ao mesmo tempo se encontra acorrentado por ela.

Mas Buk transcende a vida material e seu legado vai ser pra sempre único.

Pra fechar, deixo-os com as palavras dele mesmo:

 

não deixe as pessoas serem
seu alicerce.

Ao invés disso
construa na areia
construa no lixão
construa na fossa
construa nos túmulos
construa na água,
mas não construa nas
pessoas.

Elas são uma aposta ruim,
a pior aposta que você pode fazer.”.

 

 

"I want the whole world or nothing"

“I want the whole world or nothing”.”

 

Anúncios

1 comentário

  1. Gab~ · março 13, 2014

    Eu gosto da maneira com que você vê as coisas.
    Os gostos, sabe.
    =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s